5 dicas para pais integrarem os princípios bíblicos na educação das crianças 

A Bíblia é como um manual de instruções que Deus nos deixou para aprendermos sobre o Seu perfeito caráter e para o conhecermos melhor.

Para além disso, ela também é usada para nos transformar à imagem de Cristo para a glória do Pai. É através das Escrituras que aprendemos os princípios bíblicos, fundamentais para uma vida que agrada a Deus.

Nesse sentido, a infância é a melhor fase para educar de acordo com os princípios bíblicos, pois dessa forma, a criança irá crescer em caminhos retos e aprenderá a valorizar aquilo que Deus valoriza desde cedo.

Além do mais, a família é o lugar onde a criança irá aprender valores que ela levará para toda a sua vida, e nesse texto, queremos te ajudar a integrar os princípios baseados na Palavra na educação dos seus filhos. Vamos lá?

O que são os princípios bíblicos?

Os princípios bíblicos são os valores fundamentais e os ensinamentos morais que encontramos na Bíblia. Desde o Antigo e até o Novo Testamento vemos o Senhor revelando a Sua vontade ao Seu povo. E, assim, Ele estabeleceu orientações para uma vida virtuosa e alinhada com a Sua vontade.  

Alguns exemplos de princípios bíblicos incluem: o amor, a bondade, a generosidade, o perdão e o respeito, a integridade e a honestidade. Ou seja, se você parar para pensar, os princípios bíblicos apontam para o caráter de Deus. Logo, eles nos levam a ser mais parecidos com Ele, e essa é a Sua vontade: 

Mas todos nós, com rosto descoberto, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor.  

2 Coríntios 3:18

O que é viver em princípios bíblicos?

Viver por princípios bíblicos significa seguir os ensinamentos e valores da Bíblia no dia a dia. Isso envolve colocar em prática as lições aprendidas na Palavra para guiar tudo que nós fazemos. Dessa forma, os princípios bíblicos são aplicados na forma como nos relacionamos, nas decisões que tomamos e em toda a nossa conduta. 

Além disso, a Bíblia garante que aqueles que vivem de acordo com a Palavra nunca serão abalados. Isso não significa que as dificuldades não virão, mas que aquele que está no Senhor será como alguém que construiu sua casa sobre a rocha.  

Dessa forma, mesmo que os ventos e as tempestades venham, a sua casa permanecerá firmada. Logo, viver segundo os princípios bíblicos é construir um fundamento sólido, que as doutrinas desse mundo não poderão abalar. 

Quais são os princípios bíblicos?

Os princípios bíblicos abrangem uma ampla gama de valores cristãos. Vale a pena relembrar os 7 princípios bíblicos principais são: amor a Deus, amor ao próximo, honestidade, perdão, generosidade, respeito e justiça.

  1. Amor a Deus (Marcos 12:30): Além de ser o primeiro mandamento, esse princípio guia toda a nossa vida cristã. Jesus diz que aquele que obedece os Seus mandamentos e os guarda, esse é o que O ama. Sendo assim, a verdadeira marca de alguém que ama a Deus, é obedecer os seus mandamentos.  
  2. Amor ao próximo (Marcos 12:31): Este é o segundo mandamento que Jesus deixou. Ele guia a forma como nos relacionamos com as pessoas. Além disso, é um grande princípio bíblico para a família, pois é o primeiro lugar onde aprendemos o valor de amar o nosso próximo.
  3. Honestidade (Efésios 4:25): A Bíblia diz em Efésios 4:25 “Portanto, cada um de vocês deve abandonar a mentira e falar a verdade ao seu próximo, pois todos somos membros de um mesmo corpo”. Dessa forma, ela nos orienta a sermos verdadeiros e honestos em nossa conduta.
  4. Perdão (Marcos 11:25): Jesus nos ensinou que aquele que não perdoa também não pode ser perdoado por Deus. Logo, o perdão é um princípio que não podemos abrir mão na nossa vida cristã.
  5. Generosidade (Provérbios 22:9): A prática da generosidade é um reflexo daquilo que Deus fez por nós. Ninguém foi mais generoso do que Ele. Por isso, a Bíblia nos encoraja a generosidade.
  6. Respeito (1 Pedro 2:17): A Bíblia nos encoraja a tratar os outros da maneira que gostaríamos de ser tratados. Dessa forma, o respeito é um princípio que nos ajuda na conduta dos nossos relacionamentos.
  7. Justiça (Salmos 106:3): Deus é aquele que ama a justiça. E ele deseja que os Seus filhos sejam justos e caminhem de acordo com os seus princípios. Esse é um dos maiores princípios, a partir dele, podemos viver uma vida que agrada ao Senhor.

Qual a importância de trabalhar a Bíblia na educação das crianças?

A Bíblia nos mostra que os mandamentos do Senhor são o caminho que conduz à vida (Provérbios 6:23). Dessa forma, guiar as crianças nesse caminho é uma forma de ajudá-las a ter uma vida plena e que agrada ao Senhor.

O livro de Provérbios na Bíblia está cheio de promessas relacionadas a uma vida que segue os princípios bíblicos:

“Ouça, meu filho, e aceite o que digo, e você terá vida longa. Eu o conduzi pelo caminho da sabedoria e o encaminhei por veredas retas.Assim, quando você por elas seguir, não encontrará obstáculos; quando correr, não tropeçará”.

Provérbios 4:10-12

Por isso, as crianças devem ser ensinadas a partir das Escrituras. Elas devem saber discernir o que é correto aos olhos do Senhor para que elas não tropecem.

5 ideias para integrar os princípios bíblicos na educação das crianças

  1. Inclua o devocional na rotina das crianças

Fazer devocional com os pequenos é uma forma de ensiná-los a valorizar a Bíblia e o relacionamento com Deus. Desse modo, através das histórias bíblicas e dos versículos eles irão aprender quais são os princípios bíblicos e a sua importância.  

  1. A árvore do fruto do Espírito 

Esse é um ótimo tema para trabalhar na educação das crianças, pois a aplicação dele é muito prática no dia-a-dia. Você pode ensinar 1 fruto do Espírito por semana, e trabalhar a aplicação de cada um semanalmente, até passar pelas 9 virtudes do fruto do espírito. 

Para fazer isso de maneira lúdica, você pode desenhar uma árvore em uma cartolina e fazer cartões com “os frutos”, separados. A cada semana, a criança pode colar na árvore o fruto que ela irá aprender e colocar em prática. 

  1. O que Jesus faria? 

Cultive o hábito de ensinar para as crianças qual seria a conduta de Jesus em determinadas situações. Se a criança estiver tendo problemas para perdoar, por exemplo, ou para agir de maneira correta, deixe-a refletir: “o que Jesus faria nessa situação?”. 

Ela pode escrever, ou desenhar enquanto está refletindo sobre isso. Aproveite para ensinar o que a Bíblia diz sobre isso, orem juntos, e lembre-a de que Deus se agrada de um coração contrito. 

  1. Músicas sobre os princípios cristãos 

É extremamente difícil esquecer aquilo que se aprende em uma música. Geralmente, as canções para crianças sempre ensinam de maneira prática aquilo que a Bíblia nos orienta a fazer. Veja alguns exemplos de músicas para incluir no dia-a-dia: 

Uma dica é ouvir no carro, no caminho até a escola ou até mesmo em casa, mas lembre-se de conversar com a criança sobre o que podemos aprender com essas canções. 

  1. Praticando a generosidade 

Cultive o hábito de fazer alguns “desapegos” com as crianças. Ensine-as sobre generosidade através da doação de coisas que elas não usam mais para instituições de caridade, abrigos ou outras crianças que precisem. Envolva as crianças no processo de seleção e entrega, e explique como Deus se agrada de um coração grato. 

Dessa forma você pode aplicar os princípios bíblicos na educação dos pequenos. Lembre-se de contar com a ajuda do Espírito Santo nessa jornada, pois Ele é aquele que pode conduzir os corações das crianças ao entendimento da verdade.  

Quer conhecer mais dicas sobre a educação das crianças a partir da Bíblia? Acesse o Blog do MyKids